Plantas Medicinais - Parte 2

Erva Doce: é uma planta medicinal utilizada contra os problemas digestivos, contra a tosse, e também para favorecer a amamentação. Geralmente, ela pode ser encontrada em infusão. São utilizados os grãos da erva doce. Tem efeito aromático, béquico, expectorante, galactogogo, estomáquico, antibacteriano.

 

 

Espinheira Santa: planta medicinal conhecida há muito tempo pelos Índios da América do Sul. Tem este nome devido à aparência de suas folhas e por ser considerado um “santo remédio” em linguagem popular. Cientificamente, está comprovada sua eficácia no combate a problemas gastrintestinais como a gastrite, úlcera e gases. São utilizadas as folhas. Tem efeito:

  - Tonificante estomacal;
  - Antiulcerôgenico (Tem potente efeito anti-úlcera gástrica devido à ação dos taninos). Tem poder  cicatrizante de lesões ulcerosas do estômago devido à diminuição da acidez estomacal pelo aumento da secreção gástrica; 
 - Tem ação anti-séptica, devido à expressiva quantidade de taninos , atuando rapidamente na paralisação das fermentações gastrintestinais;
 - Analgésica nas gastralgias (dor de estômago): Acalma rapidamente as dores estimulando e corrigindo a função desviada;
  - Levemente laxativo, devido à presença de mucilagens;
  - Levemente carminativa (auxilia na eliminação de gases);
  - Levemente diurético, devido à presença de triterpenos;

 

Flor de laranjeira: planta medicinal com efeito calmante, ela é utilizada em caso de distúrbios do sono ou tensões nervosas e pode ser encontrada em infusão (chá). Tem efeito calmante, sonífero ou sedativo leve (para ajudar na dificuldade para dormir), ansiolítico, apaziguador do sistema gastrointestinal. 

 

Tanchagem: planta medicinal utilizada em caso de tosse, para desinfetar as vias respiratórias, ela pode ser encontrada em infusão (chá). São utilizadas as folhas. Tem efeito antitosse, anti-inflamatório, béquico, expectorante, antisséptico externe, antimicrobiana e antibiótico.

 

Monitor Leão

 

Informações Adicionais